5 coisas para você 1-2 Samuel

Os livros de Samuel dão continuação ao que aconteceu em Juízes. Neles, conhecemos Samuel, que é o último juiz de Israel. Ele também foi profeta e sacerdote, mesmo não sendo da tribo de Levi. É um livro que mostra a transição do período dos juízes para a monarquia de Saul e de Davi.


Hoje você vai ler 5 coisas para te ajudar a compreender melhor a sua leitura do livro.


Na verdade, é um livro só


A primeira coisa para você interpretar 1-2 Samuel é que ele é um livro só. Mas, por qual motivo são dois livros na nossa Bíblia? A resposta é que o livro inteiro não cabia em um rolo só. Enfim, se é uma obra só, ela tem uma unidade literária e há um grande tema também.


Tudo orbita em torno de Davi


O tema principal do livro de Samuel é a figura de Davi: o irmão caçula, invisível e pastor de ovelhas que se torna rei de Israel e Judá. A vida deste homem é relatada em muitos detalhes e vai desde o momento que Samuel é enviado por Deus para ungi-lo até a sua morte. Suas batalhas, seus problemas familiares, seus pecados, seus grandes feitos são relatados nos livros de Samuel.


Você pode questionar sobre Saul e Samuel. É claro que eles são importantes, mas na verdade essas duas figuras preparam o terreno para a chegada de Davi: o pastor, o guerreiro, o salmista, o homem cheio de virtudes e cheio de problemas.


Davi é uma espécie de "clímax do interlúdio"


Davi é a transição da anarquia do período dos juízes para o período mais ordenado e tirânico dos reis. Sim, o período da monarquia é cheio de reis ruins. A ordem deste período é uma antítese a ordem dos juízes, mas os reis possuem um governo tirânico e opressor. É um governo que desagrada a Deus.


Davi é o equilíbrio, o intervalo entre os dois períodos. Ele é um rei sábio, que trouxe paz e unidade aos hebreus. Isso é tão forte que os reis posteriores serão comparados a Davi. Quando Israel procura um referencial de paz e estabilidade, a referência é o que aconteceu no reinado de Davi. É um rei que governa debaixo das mãos de Deus.


Sempre houve tensão entre as tribos israelitas


Essa tensão existe no período dos juízes e no reinado de Saul. Contudo, nos períodos mais prósperos do reinado de Davi, as disputas entre as doze tribos praticamente desaparece. No final do reinado de Davi, elas retornam e o próprio rei sofre tensão e tem muitos receios. Um exemplo é o recenseamento que ele faz, querendo saber o quantitativo de guerreiros da tribo do norte.


YHWH é quem conduz o reinado de Davi


Quando a gente segue o Antigo Testamento como Bíblia Hebraica e lê 1-2 Samuel como parte dos chamados Profetas Anteriores, percebemos que YHWH, o SENHOR está presente na história. Os atos de Deus são muito notórios no reinado de Davi e em toda a história.


O autor quer dar ênfase ao fato de que Deus está com Davi, está conduzindo o seu reinado. A intenção dele é fazer com que Israel olhe para trás e veja essa história como um modelo de reinado que agrada a Deus. Embora Davi seja ambíguo e pecador, cometendo atos horríveis, a frequência do agir de Deus durante a sua vida é grande e não percebemos isso em outros livros da Bíblia.


Conclusão


Essas são as cinco dicas para você conhecer mais os livros de Samuel. Leia os livros colocando em prática o que foi dito aqui, compre bons materiais para poder consultar e ter uma leitura mais frutífera da Bíblia.


O texto é baseado no vídeo do Victor Fontana, dono deste blog. Você pode ter acesso à bibliografia que foi usada aqui:


2 views0 comments

Recent Posts

See All

Hagar